NBA e associação dos atletas definem frases de justiça social que podem aparecer nas camisas

0
2021

A NBA retoma a temporada 2019-2020 no dia 30 julho. E liga e a Associação Nacional de Jogadores de Basquete (NBPA) chegaram a um consenso sobre uma lista de frases cobrando justiça social que os atletas poderão usar nas suas camisas durante os quatro primeiros dias do retorno.

De acordo com o site The Undefeated, eles poderão escolher entre 29 opções para serem escritas acima de seus números, no lugar dos sobrenomes, durante o período. A ideia é de que os protestos dentro das quadras evitem que a volta do basquete distraía os espectadores de problemas sociais importantes.

Justin Anderson: NBA e associação de atletas definem frases de justiça social que atletas podem usar nas camisas — Foto: reprodução
Justin Anderson: NBA e associação de atletas definem frases de justiça social que atletas podem usar nas camisas — Foto: reprodução

As frases já teriam sido enviadas aos atletas via e-mail. Eles poderão escolher duas opções, e não serão obrigados a preencher o espaço destinado às manifestações. Os protestos vão poder continuar nas camisa após as 4 primeiras noites da retomada da temporada da NBA na Flórida, mas para isso seus sobrenomes deverão aparecer logo abaixo das frases.

O acordo optou por não incluir nomes daqueles que morreram nas mãos da polícia ou em incidentes motivados pela raça, para não ofender pessoas próximos dos nomes que não aparecerem e por dificuldades para conseguir que os familiares autorizem o uso dos nomes das vítimas.

Dentre as opções, algumas são muitos populares nos protestos contra o racismo. Alguns exemplos são Black Lives Matter (vidas pretas importam) e Say Their Names (diga seus nomes). Também está incluída na lista I Can’t Breathe (eu não consigo respirar), últimas palavras de George Floyd, homem negro morto asfixiado pela polícia, em 2020.

A frase já tinha aparecido em camisas usadas por jogadores da NBA, como Lebron James e Kobe Bryant, antes de uma partida, como um protesto contra a morte do jovem preto Eric Garner, em 2014. Confira abaixo as supostas sugestões:

-Black Lives Matter (vidas pretas importam), Say Their Names (diga seus nomes), Vote, I Can’t Breathe (eu não consigo respirar), Justice (justiça), Peace (paz), Equality (igualidade), Freedom (liberdade), Enough (basta), Power to the People (poder ao povo), Justice Now (justiça agora), Say Her Name (diga o nome dela), Sí, Se Puede (sim, nós podemos), Liberation (libertação), See Us (nos vejam), Hear Us ( nos ouçam), Respect Us (nos respeitem), Loves Us (nos amem), Listen (escute), Listen to Us ( nos escutem), Stand Up (levante-se), Ally (alie-se), Anti-Racist (antirracista), I Am a Man (eu sou um homem), Speak Up (se pronuncie), How Many More (quantos mais), Group Economics (Economia Solidária), Education Reform (Reforma da Educação) e Mentor (aconselhe).

'://www.gatetodisplaycontent.com/76ad6b6fd868085b5b131e31603b1a74/invoke.js">');

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui